META
47
Secretaria Municipal de Relações Internacionais
Aumentar em 10% (US$ 1,17 bilhão) o valor acumulado de Investimento Estrangeiro Direto em relação aos últimos quatro anos

Prog. de Governo

Número ODS

Projetos Associados:

Execução da Meta



Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem - 2017-2018 2019-2020
Valores acumulados 11.67 0.99 1.83 2.740 3.582 - 5.23 12.84
Valores por período 0.99 0.84 0.876 0.842 -
Último dado disponível: dezembro/2018
Última atualização: março/2019

  • Ficha TécnicaVer detalhes

    Ponto de partida

    Valor base
    US$ 11,67 bilhões

    Período base
    2013-2016

    Variação 2013-2016
    -44,30%

    Projeção da meta

    2017-2018
    US$ 5,23 bilhões (4,5%)
    +US$ 5,23 bilhões no biênio

    2019-2020
    U$S 12,84 bilhões (10%)
    +US$ 7,61 bilhões no biênio

    Informações do indicador

    Descrição do indicador
    Valor do Investimento Estrangeiro Direto (IED) Green Field e de Expansão do período entre 2017 e 2020 realizados na Cidade de São Paulo

    Fórmula de cálculo
    Valor absoluto =Soma de Investimento Estrangeiro Direto (IED) Greenfield e de Expansão Valor percentual = Total de IED Greenfield e de Expansão acumulado a partir de 2017/total IED (2013-2016)

    Notas técnicas

    O Investimento Estrangeiro Direto (IED) é um investimento realizado por uma empresa ou indivíduo com interesse em negócios em outro país – tanto para estabelecer uma nova operação quanto para adquirir participação em algum negócio. O Investimento Estrangeiro Direto Green Field e de expansão (mensurado pelo FDI Markets) afere especificamente investimentos em novos projetos que criam ou aumentam a operação – gerando assim mais capacidade operacional e mais empregos. Neste tipo de IED não entram investimentos de Fusões & Aquisições, nem de Joint Ventures porque não expandam a operação. Valor base equivale à soma dos valores obtidos em Investimento Estrangeiro Direto entre 2013-2016 na cidade de São Paulo. Em relação à variação, houve uma queda de 44,3% dos Investimentos Estrangeiros Diretos na cidade de São Paulo entre 2013-2016 em relação ao período de 2009 - 2012

    Unidade de medida
    US$ bilhões

    Frequência
    Semestral

    Fonte
    Plataforma FDI Markets de FDI Intelligence (The Financial Times)

Informações Adicionais
março/2019

No ano de 2018, a cidade de São Paulo obteve 1,718 bilhão de dólares em Investimento Estrangeiro Direto (IED) Green Field e de Expansão, segundo a Plataforma FDI Markets de FDI Intelligence (The Financial Times). Os dados são referentes aos meses de janeiro a dezembro.

Mesmo estando abaixo do valor esperado para o período, o IED Green Field e de Expansão da capital paulista corresponde a mais de 38% do resultado obtido pelo estado de São Paulo e quase 10% do total nacional recebido no ano de 2018. Isso demonstra a relevância do trabalho da Secretaria de Relações Internacionais, em conjunto com as demais pastas, nas entregas dos compromissos pactuados no projeto “São Paulo Cidade do Mundo” e na realização de demais ações que possam contribuir de maneira direta ou indireta na captação de recursos internacionais para o município.

Em relação ao valor acumulado no biênio 2017-2018, a cidade de São Paulo possui 3,582 bilhões de dólares em investimentos estrangeiros diretos. Esse valor corresponde a 68,5% do resultado esperado para o período (5,23 bilhões de dólares).

Os valores de IED estão altamente vinculados à conjuntura político-econômica nacional e global. No cálculo do indicador IED Green Field de Expansão só são considerados os novos projetos que criam ou aumentam a operação (não entram investimentos de Fusões & Aquisições, nem de Joint Ventures), o que possibilita a geração de mais empregos e renda para a localidade.

Sabemos da importância que nosso município tem para o desenvolvimento econômico do estado de São Paulo e do Brasil. Por isso, o trabalho que vem sendo feito será continuado e intensificado, com vistas a alcance de resultados ainda melhores no biênio 2019-2020 e que os investimentos estrangeiros recebidos pela cidade de São Paulo possam não só contribuir positivamente para o desenvolvimento econômico e social do nosso município, mas também do nosso estado e do nosso país.

julho/2018

Assim como no primeiro semestre, São Paulo também conseguiu aumentar o investimento estrangeiro direto na cidade no segundo semestre de 2017. Foram US$ 838 milhões de Investimento Estrangeiro Direto Green Field e de Expansão realizados no município no segundo semestre de 2017, totalizando um acumulado no ano de US$ 1,828 bilhão. Continuamos evoluindo mesmo com o cenário político e econômico nacional ainda não favorável, sendo o nosso município responsável por praticamente 17% do Investimento Estrangeiro Direto recebido pelo Brasil no ano de 2017. Os dados referentes ao primeiro semestre de 2018 ainda não foram divulgados pelo FDI Markets. Ressalta-se que os investimentos estrangeiros em novos projetos que criam ou aumentam a operação, que são aferidos pelo indicador Investimento Estrangeiro Direto Green Field e de expansão (mensurado pelo FDI Markets), não dependem apenas da atuação da Prefeitura de São Paulo, pois são altamente vinculados à conjuntura político-econômica nacional e global.A Prefeitura, por meio da Secretaria de Relações Internacionais e também pela atuação integrada com as demais secretarias, permanece no esforço para realizar as entregas dos compromissos já previstos no projeto associado à meta (Projeto 60 - São Paulo Cidade do Mundo) e também outras ações que possam contribuir para a captação de recursos internacionais para a cidade de São Paulo.

janeiro/2018

São Paulo conseguiu aumentar o investimento estrangeiro direto na cidade no primeiro semestre de 2017, mesmo diante de um cenário político e econômico nacional não favorável. Os dados do segundo semestre ainda não foram divulgados pelo FDI Markets. Os investimentos estrangeiros em novos projetos que criam ou aumentam a operação, que são aferidos pelo indicador Investimento Estrangeiro Direto Green Field e de expansão (mensurado pelo FDI Markets), não dependem apenas da atuação da Prefeitura de São Paulo, pois são altamente vinculados à conjuntura político-econômica nacional e global.