META
1
Aumentar a cobertura da atenção primária à saúde para 70% na cidade de São Paulo

Prog. de Governo

Número ODS

Execução da Meta



Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem - 2017-2018 2019-2020
Valores acumulados 62.4 - 66.2 70
Valores por período - 66.2 70

Status: Primeiro resultado previsto para 1º Semestre de 2018
Último dado disponível: -
Última atualização: janeiro/2018

  • Ficha TécnicaVer detalhes

    Ponto de partida

    Valor base
    62,40%

    Período base
    2016

    Variação 2013-2016
    5,80%

    Projeção da meta

    2017-2018
    66,2%

    +3,8% no biênio

    2019-2020
    70,0%

    +3,8% no biênio

    Informações do indicador

    Descrição do indicador
    Indicador de cobertura populacional estimada da atenção básica.

    Fórmula de cálculo
    Número equipes ESF + número equipes de atenção básica parametrizadas X 3.450) / Número total de habitantes X 100

    Notas técnicas

    Cobertura da atenção primária é medida pela existência de equipes de saúde para cada 3,45 mil pessoas (equipes de saúde da família e equipes de atenção básica). Recentemente, o Ministério Saúde alterou a fórmula de cáculo do indicador. O cálculo foi realizado por meio da comparação entre o valor base de 2016 (62,4%) e o valor base de 2012 (56,6%). Variação 2013-2016 = 62,4%-56,6% = 5,8%.

    Unidade de medida
    %

    Frequência
    Anual

    Fonte
    Secretaria Municipal de Saúde (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde - CNES/ Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados – Fundação SEADE)

Informações Adicionais

janeiro/2018

Os resultados desta meta não podem ser aferidos neste momento, pois a cobertura potencial da atenção primária à saúde depende do fechamento e revisão dos dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde - CNES de 2017 e, portanto, somente será publicada no balanço do primeiro semestre de 2018.