META
32
Secretaria Municipal de Serviços e Obras
Reduzir em 15% (3,4 km²) as áreas inundáveis da cidade

Prog. de Governo

Número ODS

Projetos Associados:

Execução da Meta



Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem - 2017-2018 2019-2020
Valores acumulados 22.5 22.05 21.97 21.96 - 21 19.1
Valores por período -0.45 -0.08 -0.01 -

Status da Meta: Em andamento

Último dado disponível: junho/2018
Última atualização: julho/2018

  • Ficha TécnicaVer detalhes

    Ponto de partida

    Valor base
    22,5 km²

    Período base
    2016

    Projeção da meta

    2017-2018
    21 km² (93% da inicial)
    -1,5 km² (-7%) no biênio

    2019-2020
    19,1 km² (85% da inicial)
    -1,9 km² (-8%) no biênio

    Informações do indicador

    Descrição do indicador
    Percentual de áreas inundáveis controladas.

    Fórmula de cálculo
    Soma das áreas inundáveis controladas / Área inundável inicial

    Notas técnicas

    Cálculo da Mancha de Inundação O cálculo da mancha de inundação na cidade de São Paulo foi realizado por meio da combinação de métodos empíricos, a partir da coleta de dados em campo, com a modelagem matemática, utilizando software específico, considerando as características geográficas do local, a infraestrutura de drenagem existente e a infraestrutura planejada. Funcionalidades Obras de drenagem que têm efeito redutor na mancha de inundação da cidade, podendo incluir reservatórios de contenção de cheias, polderes, construção ou reforço de galerias, canalização de córregos e outros.

    Unidade de medida
    %

    Frequência
    Anual

    Fonte
    Secretaria Municipal de Serviço e Obras

Informações Adicionais
julho/2018

A redução total da mancha de inundação até junho de 2018 foi de 2,4% ou aproximadamente 544 mil metros quadrados. Esta redução foi resultado de um conjunto de obras estruturantes de macrodrenagem executadas pela Secretaria Municipal Infraestrutura Urbana e Obras – SIURB em 2017 e 2018. Com destaque às obras de 2018, foi concluída em julho a canalização do Córrego dos Alcatrazes, marcando a entrega da primeira funcionalidade na Bacia do Cordeiro, e estão em curso as obras do Reservatório Cordeiro 1.

Também no âmbito da macrodrenagem, está em andamento a canalização do Trecho 7 e foi iniciado o Reservatório 3 do Córrego Tremembé. Estão ainda em andamento as obras do Reservatório Aliomar Baleeiro, na Bacia do Riacho Ipiranga.

No Programa de Redução de Alagamentos (PRA), foram concluídas em abril de 2018 as intervenções de drenagem na Rua Lourenço Prado (PR Butantã) e estão em andamento obras nas seguintes ruas: Rua Poetisa Colombina, no Jardim Bonfiglioli - Zona Oeste, Rua Garapeba, no Jardim Vila Mariana – Zona Sul, Rua Chacurú, na Vila Curuçá Velha – Zona Leste, Armando Cardoso Alves, Penha de Franca – Zona Leste, Cipriano Rodrigues, Vila Formosa – Zona Leste, e Rua Formoselha, no Jardim Aricanduva - Zona Leste.

Diversas ações complementares ao Programa de Controles de cheias foram conduzidas em 2018, em especial o prosseguimento à elaboração dos Cadernos de Drenagem das principais bacias hidrográficas do município, com o desenvolvimento dos Cadernos dos Córregos Uberaba (PR VM), Tremembé (PRs JT e ST) e Verde I e II (PRs PJ, LA e PI), além da continuidade à produção dos Cadernos do Aricanduva (PRs AF, SM, PE e IQ), do Pirajuçara (PRs CL e BT) e Anhangabaú (PR SE). Estes cadernos, juntamente com os últimos 7 produzidos desde 2016, subsidiarão o planejamento da macrodrenagem e gestão das bacias do Município de São Paulo.

Além disto, foi dada continuidade às ações para aperfeiçoamento do sistema de alerta a enchentes do município, com a finalização da modelagem matemática de mais 3 bacias hidrográficas, totalizando 30 bacias modeladas, permitindo que estas áreas passem a integrar o sistema de previsão de eventos em tempo real utilizado pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

janeiro/2018

A redução total da mancha de inundação em 2017 foi de 2,4% ou aproximadamente 535 mil metros quadrados.

Esta redução foi resultado de um conjunto de obras estruturantes de macrodrenagem finalizadas em 2017 pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços – SMSO:  obras de canalização e viário do Córrego Ponte Baixa e do Córrego do Jardim Letícia (PR-MB); Polder R6 no Ribeirão Aricanduva (PR-AF); e do Reservatório Guamiranga no Rio Tamanduateí na (PR-VP), obra esta em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

No Programa de Redução de Alagamentos (PRA), foram concluídas em dezembro de 2017 obras de reforço de galerias nas ruas Joaquim Odorico Teixeira (PR-MB) e Pinheiro Machado (PR-LA).

Diversas ações complementares ao Programa de Controles de cheias foram conduzinas em 2017, em especial a elaboração de 5 Cadernos de Drenagem de Bacias Hidrográficas do Município, o aperfeiçoamento do Sistema de Alerta de Enchentes do Município e a elaboração de projetos e início de obras de macrodrenagem nos Córregos Aricanduva, Ipiranga, Cordeiro  e Tremembé, além da conclusão de 2 de 9 intervenções de microdrenagem do Programa de Redução de Alagamentos (PRA).