META
35
Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento
Valorização do Centro com intervenções urbanísticas visando a requalificação e revitalização de espaços livres e passeios públicos em 145 mil m²

Regionalização


Prog. de Governo

Número ODS

Projetos Associados:

Execução da Meta



Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem - 2017-2018 2019-2020
Valores acumulados - 58 145
Valores por período -

Previsão Inicial: Primeiro resultado no 2º semestre de 2018
Status da Meta: No prazo

Último dado disponível: janeiro/2018
Última atualização: julho/2018

2017 2018 2019 2020 Valor Acumulado - Projeção para
2017-2020
1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem 1° Sem 2° Sem
Aricanduva -
Butantã -
Campo Limpo -
Capela do Socorro -
Casa Verde -
Cidade Ademar -
Cidade Tiradentes -
Ermelino Matarazzo -
Freguesia/Brasilândia -
Guaianases -
Ipiranga -
Itaim Paulista -
Itaquera -
Jabaquara -
Jaçanã/Tremembé -
Lapa -
M'Boi Mirim -
Mooca -
Parelheiros -
Penha -
Perus -
Pinheiros -
Pirituba/Jaraguá -
Santana/Tucuruvi -
Santo Amaro -
São Mateus -
São Miguel Paulista -
Sapopemba -
- 145000
Vila Maria/Vila Guilherme -
Vila Mariana -
Vila Prudente -
A definir -

Último dado disponível: -
Última atualização: julho/2018

  • Ficha TécnicaVer detalhes

    Ponto de partida

    Período base
    Não se aplica

    Projeção da meta

    2017-2018
    58 mil m²
    +58 mil m² no biênio

    2019-2020
    145 mil m²
    +87 mil m² no biênio

    Informações do indicador

    Descrição do indicador
    Ações de requalificação de espaços públicos com reforma de calçadas e calçadão, melhoria da iluminação pública e implantação de mobiliário urbano.

    Fórmula de cálculo
    Área total de espaços públicos requalificados e passeios reformados.

    Notas técnicas

    Unidade de medida
    mil m²

    Frequência
    Semestral

    Fonte
    Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento

Informações Adicionais
julho/2018
A Meta 35 propõe a valorização do Centro com intervenções urbanísticas visando a requalificação de espaços livres e passeios públicos, em 145 mil m². A área central da cidade de São Paulo sofreu, ao longo das últimas décadas, um processo de substituição de suas funções tradicionais, concentrando principalmente atividades de comércio especializado e o popular, potencializadas pela função de passagem entre diferentes terminais de transporte que ligam os quadrantes da cidade. É uma área dotada de infraestrutura subutilizada no período noturno com problemas de segurança, degradação do conjunto de patrimônio arquitetônico e histórico, pouca atratividade para atividades imobiliárias e deterioração de calçadas e dos calçadões. Completa esse quadro a presença de áreas com população em situação de extrema vulnerabilidade social. Por outro lado, a área é dotada de vantajosa proporção de espaços públicos em relação à área construída e grande potencial de desenvolvimento econômico, cultural e simbólico. Foram definidas 5 linhas de ação com intervenções em pontos específicos no território que deverão contribuir para reverter o processo de deterioração do Centro aumentando sua atratividade para investimentos imobiliários, turísticos e culturais, além de possibilitar melhor qualidade de vida e aproveitamento da infraestrutura urbana existente.

Linha de Ação 50.1-revisão da Operação Urbana Centro. De acordo com o Plano Diretor da cidade de São Paulo a revisão da Operação Urbana será feita por meio de um Projeto de Intervenção Urbana (PIU). A proposta do PIU, elaborada no primeiro semestre de 2018, foi publicada em julho, para consulta pública visando levantar comentários e manifestações que expressem as expectativas dos munícipes em relação ao futuro dos bairros envolvidos. A 2ª consulta pública será em fevereiro de 2019 e a conclusão do PIU, previsto para o segundo semestre de 2019.

Linha de Ação 50.2- obras de reabilitação urbanística e readequação de espaços públicos, nas imediações do Largo Coração de Jesus e Praça Julio Prestes, com reforma de passeios, melhoria de iluminação pública e implantação de mobiliário urbano. O anteprojeto foi concluído. A continuidade requer a interlocução intersecretarial e a garantia de obtenção dos recursos necessários à realização das intervenções, por meio de parcerias com entidades públicas e privadas.

Linha de Ação 50.3-Implementação de obras de reforma de calçadas e calçadões nos distritos Sé e República, promovendo a mobilidade e acessibilidade, além de dotar aqueles espaços públicos de mobiliário urbano que propiciem o convívio social. O anteprojeto da Fase 1 (6.500 m²) está concluído e estão garantidos os recursos para projetos complementares de engenharia e obras advindos de parceiros privados.

Linha de Ação 50.4-obras de requalificação do Largo do Arouche, com reabilitação paisagística, reforma e ampliação dos passeios, implantação de mobiliário e equipamentos, potencializando atividades de lazer, entretenimento, comércio e serviços. Foram concluídas as adequações finais de projeto e definidos os valores de doação pelos parceiros privados. A obra está contratada, com previsão de início em setembro de 2018.

Linha de Ação 50.5-obras de requalificação dos arredores do Mercado Municipal, com reformas e ampliação de passeios públicos, potencializando sua atratividade turística e a fruição do patrimônio histórico, A realização está ligada à definição da proposta para viabilizar o estacionamento para futura concessão, e da possibilidade parcerias para a obtenção de recursos para as obras.

janeiro/2018

Os resultados de valorização do centro com intervenções urbanísticas visando à requalificação e revitalização de espaços livres e passeios públicos dependem de parcerias para serem viabilizados. Ao longo de 2017, essas parcerias foram buscadas, bem como realizados os diagnósticos e a elaboração dos projetos.