• Ficha TécnicaVer detalhes

    Nome descritivo

    A ação internacional da cidade de São Paulo com vistas ao aumento de investimentos e de cooperações internacionais que possam trazer desenvolvimento econômico, social e humano para a cidade de São Paulo.

    Situação encontrada

    Pela sua dimensão, perfil e volume de recursos, São Paulo é caracterizada como o maior centro comercial, industrial e financeiro do país. Sua expressividade proporciona um vasto rol de oportunidades de atração de eventos, parcerias e cooperações internacionais. No entanto, a ação internacional do município de São Paulo não era diretamente voltada para o aumento de investimentos internacionais na cidade, havendo espaço para crescimento nesse aspecto. Outra situação encontrada é que a elevada quantidade de marcas relacionadas à cidade de São Paulo e a falta de padronização da comunicação geram confusão em diversos públicos. A criação de uma marca potencializaria a atração de investimentos e turistas para a cidade, assim como o desenvolvimento do senso de pertencimento dos cidadãos.

    Resultados esperados

    Melhorar o posicionamento da cidade no plano nacional e internacional. Atrair investimentos que resultem na geração de trabalho e renda. Aumentar o número de cooperações internacionais para o desenvolvimento econômico, urbano, social e humano da cidade. Elevar o sentimento de pertencimento e engajamento dos residentes em relação à cidade de São Paulo. Atrair mais turistas para a cidade.

    Orçamento

    Recursos próprios Outros recursos
    Investimento R$ 0,3 milhões R$ 1,0 milhões
    Custeio R$ 5,8 milhões R$ 1,1 milhões
  • Execução OrçamentáriaVer detalhes
    2017 2018
    Recursos próprios Outros recursos Total Recursos próprios Outros recursos Total
    Investimento R$ 0,00 milhões R$ 0,00 milhões R$ 0,00 milhões R$ 0,00 milhões R$ 0,00 milhões R$ 0,00 milhões
    Custeio R$ 0,31 milhões R$ 0,94 milhões R$ 1,25 milhões R$ 0,26 milhões R$ 0,59 milhões R$ 0,85 milhões
    Total R$ 0,31 milhões R$ 0,94 milhões R$ 1,25 milhões R$ 0,26 milhões R$ 0,59 milhões R$ 0,85 milhões

    Para informações sobre os critérios para apuração da execução orçamentária, clique aqui.

    Informações Adicionais

    março/2019
    A Secretaria Municipal de Relações Internacionais (SMRI) é responsável por coordenar todas as ações internacionais da Prefeitura de São Paulo e por isso os indicadores físicos refletem as ações internacionais de todas as Secretarias. Em relação à execução orçamentária dessas ações, ela é descentralizada, ou seja, as ações oneram cada pasta demandante, conforme Decreto nº 48.743, de 20 de setembro de 2007. Isso justifica a dificuldade de contabilização de possíveis custos existentes em relação a essas ações. As despesas contabilizadas no âmbito do projeto 60 – São Paulo Cidade do Mundo são apenas as oriundas do orçamento da SMRI, bem como as doações contabilizadas são apenas as das missões coordenadas pela CMPI- Coordenação de Missões e Projetos Internacionais da SMRI (missões do Prefeito ou de integrantes da SMRI). Grande parte das nossas missões são custeadas pelas organizações dos eventos, de modo que as ações possam ser executadas com ônus mínimo para a municipalidade.

    julho/2018

    A Secretaria Municipal de Relações Internacionais (SMRI) é responsável por coordenar todas as ações da Prefeitura de São Paulo e por isso os indicadores físicos refletem as ações internacionais de todas as Secretarias. Em relação à execução orçamentária dessas ações, ela é descentralizada, ou seja, as ações oneram cada pasta demandante, conforme Decreto nº 48.743, de 20 de setembro de 2007. Isso justifica a dificuldade de contabilização de possíveis custos existentes em relação a essas ações. As despesas contabilizadas no âmbito do projeto 60 – São Paulo Cidade do Mundo são apenas as oriundas do orçamento da SMRI, bem como as doações contabilizadas são apenas as das missões coordenadas pela CMPI- Coordenação de Missões e Projetos Internacionais da SMRI (missões do Prefeito ou de integrantes da SMRI). Nesta situação foram 15 missões do total de 57 realizadas pela PMSP em 2017. A SMRI intermediou diversas cooperações entre entes internacionais e outras Secretarias, dentre elas destacam-se: a captação de doações (na China) de câmeras e drones para o programa de monitoramento e segurança da capital, o “City Câmeras”; a restauração da fachada do Theatro Municipal (parceria entre a Prefeitura de São Paulo , o Consulado-Geral de Portugal em São Paulo e a Comunidade Empresarial Portuguesa na cidade) e o projeto Italia Per San Paulo. Os valores estimados dessas doações não estão inclusos neste informativo, pois esses são contabilizados pelas pastas fins por corresponderem a atividades próprias de seus respectivos projetos do Programa de Metas, como o projeto 16 – Segurança Inteligente (da SMSU). Destacamos o volume de recursos captados via doações para as ações propostas no Projeto São Paulo Cidade do Mundo, que é ainda maior se considerar os valores captados pelas demais Secretarias para as ações relacionadas ao Projeto. A SMRI continuará atuando em conjunto com as demais pastas com o objetivo de captar investimentos e prospectar fontes de recursos não reembolsáveis disponíveis em organismos internacionais para o Município, de modo que se promova maior economia dos recursos próprios orçamentários, assim como foi feito durante o primeiro ano do projeto São Paulo Cidade do Mundo.

Linhas de Ação
  • 60.1 Mapear de forma regionalizada as demandas de atração de investimentos internacionais para aumento de arrecadação municipal, economia de gastos dos cofres públicos e geração de trabalho e renda

    Regionalização
    Suprarregional

    Marco
    Mapeamento de demandas realizado.

    Status da Linha de Ação
    Não Concluída

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

  • 60.2 Elaborar manual de procedimentos e legislações para empresas internacionais se instalarem na cidade de São Paulo.

    Regionalização
    Suprarregional

    Marco
    Manual de procedimentos entregue.

    Status da Linha de Ação
    Não Concluída

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

  • 60.3 Realizar pelo menos 20 missões ao exterior ao ano, com objetivo de promover o intercâmbio técnico, comercial e captação de recursos internacionais para a cidade de São Paulo.

    Regionalização
    Suprarregional

    Descrição do Indicador
    Nº de missões realizadas.

    Execução da linha de ação
    Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem -
    Valores acumulados 20 22 57 78 123 - 80
    Valores por perí­odo - 22 35 21 45 -
    Execução Orçamentária
    2017 2018 2019 2020 Total
    R$ 350.700,00 R$ 324.491,00 R$ 675.191,00

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

  • 60.4 Realizar pelo menos 96 ações de projeção da cidade de São Paulo internacionalmente em cidades estratégicas, até 2020 (ações em redes de cidades, de comunicação internacional, câmaras de comércio e atividades bilaterais que promovam a cidade).

    Regionalização
    Suprarregional

    Descrição do Indicador
    Nº de ações de projeção da cidade realizadas.

    Execução da linha de ação
    Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem -
    Valores acumulados Não consta 10 25 39 64 - 96
    Valores por perí­odo - 10 15 14 25 -
    Execução Orçamentária
    2017 2018 2019 2020 Total
    R$ 797.660,00 R$ 36.728,00 R$ 834.388,00

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

  • 60.5 Realizar pelo menos 2 eventos internacionais coordenados pela Prefeitura de São Paulo até 2020.

    Regionalização
    Suprarregional

    Descrição do Indicador
    Nº de eventos internacionais realizados

    Execução da linha de ação
    Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem -
    Valores acumulados 0 0 1 1 - 2
    Valores por perí­odo - 0 0 1 0 -
    Execução Orçamentária
    2017 2018 2019 2020 Total
    R$ 0,00 R$ 375.000,00 R$ 375.000,00

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

  • 60.6 Realizar pelo menos 48 ações de cooperação internacional até 2020 visando parcerias para as políticas públicas locais (intercambio de conhecimento, formação de servidores).

    Regionalização
    Suprarregional

    Descrição do Indicador
    Nº de ações de cooperação internacional realizadas

    Execução da linha de ação
    Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem -
    Valores acumulados 9 33 44 56 - 48
    Valores por perí­odo - 9 24 11 12 -
    Execução Orçamentária
    2017 2018 2019 2020 Total
    R$ 104.997,00 R$ 117.340,00 R$ 222.337,00

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

  • 60.7 Desenvolver a nova marca da cidade de São Paulo junto com a sociedade civil, os empresários locais e as instituições culturais.

    Regionalização
    Suprarregional

    Marco
    Marca criada

    Status da Linha de Ação
    Não Concluída

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

  • 60.8 Realizar ações de promoção local, nacional e internacional em pelo menos 40 cidades estratégicas (ações em redes de cidades, câmaras de comércio, atividades bilaterais e ações de comunicação que promovam a cidade).

    Regionalização
    Suprarregional

    Descrição do Indicador
    Nº de cidades estratégicas com ações de promoção realizadas

    Execução da linha de ação
    Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem -
    Valores acumulados 0 0 0 0 - 40
    Valores por perí­odo - 0 0 0 0 -

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

  • 60.9 Licenciar o uso da marca.

    Regionalização
    Suprarregional

    Marco
    Marca licenciada

    Status da Linha de Ação
    Não Concluída

    Último dado disponível: dezembro/2018
    Última atualização: março/2019

Informações Adicionais
março/2019
As missões realizadas pela Prefeitura sempre buscam captar investimentos, prospectar ações de cooperação, o intercâmbio de experiências e parcerias para as políticas públicas locais, bem como projetar a cidade de São Paulo internacionalmente em lugares estratégicos.

A primeira edição da Cúpula de Prefeitos do Urban 20 foi um dos eventos de extrema relevância em que a Prefeitura de São Paulo esteve presente. Realizado em outubro, o encontro reuniu as principais cidades do G20 em Buenos Aires, Argentina. Durante a Cúpula, as autoridades construíram recomendações aos líderes do G20 no que concerne a agenda de desenvolvimento urbano e procuraram buscar consensos para resolver temas como acesso ao financiamento para infraestrutura, mudanças climáticas, futuro alimentar sustentável e seguro, empoderamento dos cidadãos para mercados de trabalho do futuro; integração e inclusão social, entre outros.

Em 2018 a PMSP estabeleceu Memorando de Entendimento com a Organização das Nações Unidas (ONU), 2 projetos de cooperação técnica com a UNESCO e 1 com a OIT, bem como participou da construção dos Pactos Globais de Migração, Refúgio e para Cidades Acessíveis e Inclusivas.


O Memorando de Entendimento com a ONU tem como objetivo criar um marco de cooperação, facilitar e fortalecer a colaboração entre as Partes e em áreas de interesse comum para a promoção e o alcance da Agenda 2030. Promover a articulação em torno de programas, projetos e iniciativas relacionadas às áreas prioritárias de atuação da PMSP: saúde, educação, segurança, desenvolvimento econômico, gestão pública, assistência e desenvolvimento social, inovação, transparência, cultura, sustentabilidade, inclusão produtiva, desenvolvimento urbano sustentável, segurança alimentar, integração de migrantes e refugiados, e direitos humanos; e dos eixos prioritários do planejamento estratégico do Sistema ONU no país até 2021, alinhados à Agenda 2030 e aos ODS.

Já o Pacto Global de Cidades Inclusivas e Acessíveis busca compromissos para a adoção e o desenvolvimento de políticas públicas de acessibilidade e inclusão voltadas para pessoas com deficiência, além de abrir oportunidades para cooperação, parcerias, e projetos em conjunto com as demais cidades signatárias.

A PMSP também foi selecionada em duas premiações: o Pacto de Milão premiou o projeto “Da terra à mesa: como a cidade de São Paulo está promovendo um desenvolvimento local e sustentável através da alimentação escolar” e o Banco Interamericano de Desenvolvimento concedeu o prêmio Governarte ao projeto “Livro Aberto: um impulso de transparência e colaboração na educação pública de São Paulo”, ambos liderados pela SME.

A SMRI pretende seguir prospectando oportunidades de captação de recursos e projeção internacional das políticas públicas de São Paulo, envolvendo e beneficiando cada vez mais Secretarias Municipais e os cidadãos paulistanos.

julho/2018
As missões internacionais realizadas pela Prefeitura de São Paulo resultam em ações de cooperação, que visam o intercâmbio de experiências e parcerias para as políticas públicas locais, bem como projeção da cidade de São Paulo internacionalmente em lugares estratégicos. Em janeiro, a Prefeitura participou e proferiu palestra no 48º Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, que reuniu os principais líderes empresariais e políticos, assim como intelectuais e jornalistas selecionados para discutir as questões mais urgentes enfrentadas mundialmente. Em março, por meio de uma cooperação entre a Prefeitura de São Paulo, Fórum Econômico Mundial, o Governo do Estado e o Governo Federal, a Prefeitura organizou o 13º Fórum Econômico Mundial para a América Latina na cidade de São Paulo. O evento, que não acontecia no Brasil desde 2011, reuniu mais de 750 lideranças regionais e globais, de governo e da iniciativa privada. Durante o Fórum Econômico Mundial América Latina 2018, a Prefeitura assinou um termo de Cooperação com a Siemens voltado para o desenvolvimento de iniciativas, estudos e planos estratégicos com o propósito de reduzir a emissão de poluentes na capital paulista. A Ferramenta de Desempenho da Cidade (CyPT -City Performance Tool) é um sistema inteligente de análise de dados, disponibilizado pela Siemens, que ajuda os administradores municipais identificar áreas prioritárias em que devem investir com o objetivo de tornarem suas cidades mais sustentáveis. A iniciativa é similar às que a Siemens realiza em dezenas de cidades ao redor do mundo, como São Francisco, Cidade do México, Copenhagen, Madrid, entre outras. O CyPT também opera como plataforma colaborativa entre cidades. Ele permite, por meio da análise de dados de outras cidades pelo mundo, a aplicação de melhores práticas e lições aprendidas. A Prefeitura, o Movimento Greenk (criado para conscientizar e mobilizar a população sobre o descarte correto de lixo eletrônico) e o Principado de Mônaco formalizaram parceria para implantação de uma política pública permanente de descarte correto do chamado e-lixo. Foram instalados 15 postos de coleta de lixo eletrônico, sendo 14 em parques municipais e um na sede da Prefeitura. Inédita na América Latina, a iniciativa não teve qualquer custo para os cofres municipais, uma vez que a instalação foi integralmente patrocinada pelo Principado de Mônaco, que tem apoiado iniciativas sustentáveis, promovendo projetos com foco na proteção do meio ambiente. No mês de abril, após um acordo firmado entre a Prefeitura, o Governo Federal e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a Prefeitura de São Paulo acolheu 161 venezuelanos que chegaram na cidade. Já no mês de junho, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), assinou acordo de cooperação com o ACNUR para o lançamento do Programa Clube Amigo do Refugiado. A iniciativa, que aconteceu no Dia Mundial do Refugiado (20/06), tem como objetivos incentivar neste público a prática esportiva e promover sua integração e inclusão. A ação de desenvolvimento da nova marca da cidade e outras ações vinculadas a essa, que tem como finalidade o reposicionamento da maior cidade do Brasil perante o empresariado nacional e internacional, estão sendo replanejadas e verificadas a viabilidade de execução, bem como a prospecção de parcerias para que seja possível atingirmos o objetivo inicial do projeto.
janeiro/2018
As missões internacionais realizadas pela Prefeitura de São Paulo em 2017 resultaram em ações de cooperação, que visam o intercâmbio de experiências e parcerias para as políticas públicas locais. Dentre elas, destacam-se: a captação de doações (na China) de câmeras e drones para o programa de monitoramento e segurança da capital, o “City Câmeras”, integrante do programa Cidade Segura”; a restauração da fachada do Theatro Municipal (parceria entre a Prefeitura de São Paulo , o Consulado-Geral de Portugal em São Paulo e a Comunidade Empresarial Portuguesa na cidade) e o projeto Italia Per San Paulo.
Este último foi idealizado pelo Consulado Geral da Itália em São Paulo e pela ITA – Italian Trade Agency em parceria com a Prefeitura de São Paulo e conta com o patrocínio de um grupo de vinte e quatro empresas italianas e de representantes da comunidade ítalo-brasileira de São Paulo. O projeto Italia Per San Paulo trata da restauração e revitalização de três icônicas praças da cidade: Imigrante Italiano, Cidade de Milão e Ramos de Azevedo.
A fim de reposicionar a maior cidade do Brasil perante o empresariado nacional e internacional, a Prefeitura de São Paulo está à frente da ação de desenvolvimento da nova marca da cidade. Os encontros promovidos pela Secretaria Municipal de Relações Internacionais com representantes de diversos países e setores econômicos, aliados a viagens internacionais já realizadas e em planejamento, demonstram o quanto a Prefeitura se empenha na criação de um ambiente propício para os negócios e na promoção da cidade como centro de investimentos, eventos e destino turístico de referência global.